M D Dreyer, Zootecnista
  • Zootecnista

M D Dreyer

Toledo (PR)
12seguidores3seguindo
Entrar em contato

Comentários

(3)
M D Dreyer, Zootecnista
M D Dreyer
Comentário · há 4 anos
Tendo em vista,

- Que de acordo com a Conab, desde 2001 não temos espaço suficiente para armazenar toda a nossa safra, o que compromete a necessidade de separar o que é e o que não é transgênico;

- Que mais de 90% do milho e da soja colhidas são transgênicos (depende da fonte da informação);

- Que é exigido identificar a espécie doadora do gene transgênico (se não me engano, 4 para a soja, 4 para o milho, entre outras culturas) e para isto é necessário fazer uma análise separada (cara e demorada) para cada evento transgênico. Por exemplo, em uma ração para cães que contém derivados de milho e soja, o fabricante da ração terá que analisar os 8 eventos autorizados para cultivo no Brasil para poder identificar no rótulo do produto;

- Que, de acordo com o CDC, o fabricante pode ser acusado de propaganda falsa se (i) não informar o evento transgênico, se (ii) não informar o evento transgênico correto e se (iii) informar a presença de transgenia e o produto não for transgênico; e

- Que, por último, ser obrigatório informar a presença de transgenia, independente da quantidade, mas os métodos analíticos possuem limites mínimos de quantificação e de detecção,

Conclui-se que o melhor cenário é assumir que podemos estar consumindo transgênicos em grande parte dos produtos que contêm derivados de milho, soja e outras culturas com eventos transgênicos aprovados para cultivo no Brasil, inclusive consumindo eventos transgênicos diferentes daqueles informados nos rótulos.

Recomendações

(780)
Lucas Félix Advogado, Advogado
Lucas Félix Advogado
Comentário · há 20 dias

Perfis que segue

(3)
Carregando

Seguidores

(12)
Carregando

Tópicos de interesse

Carregando
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

Outros perfis como M

Carregando

M D Dreyer

Entrar em contato